Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco
 
Clique aqui se você é estudante e deseja estagiar


Clique aqui se você é uma Unidade Concedente de Estágio
Clique aqui se você é uma Instituição de Ensino

 
 
Página Inicial Voltar Mapa de imagens. Clique em cada um dos círculos.
Notícias

CIEE-PE completa 42 anos
  15/03/2010


Combate ao anafalbetismo era uma das bandeiras do MCP, precursor do CIEE Pernambuco

O Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco (CIEE-PE) comemorou 42 anos de atividades, no último dia 06, quando os pernambucanos também celebram a Data Magna de Pernambuco. A data escolhida pelo povo, em 2007, foi lembrada, há 42 anos, quando o então professor de Direito Constitucional da Faculdade de Direito do Recife, Germano Coelho, fundou o CIEE-PE, nos porões dessa mesma Faculdade.

"Na minha vida, sempre tive muito cuidado com a dimensão histórica. Foi assim na criação do Movimento de Cultura Popular (MCP), quando escolhemos 13 de maio, dia da Abolição da Escravatura, porque queríamos libertar a população da escravidão da ignorância e sobretudo, do analfabetismo", explica Coelho sua preferência por datas significativas.

Com o golpe militar no Estado e o fechamento do MCP surgiu a idéia de fundar uma instituição que desse continuidade à filosofia do Movimento de Cultura Popular, à idéia de libertação. E de acordo com Germano, essa idéia de libertação e a preocupação histórica fizeram com que a data da Revolução Constitucionalista de 1817 fosse escolhida para dar início às atividades do CIEE-PE, criado nesse mesmo dia 06 de março.

Segundo Coelho, o dia seis de março foi escolhido por ser a data maior das Revoluções Libertárias de Pernambuco, exaltadas na poesia de Manuel Bandeira. Foi assim que Pernambuco começou a se movimentar para tornar o Brasil independente, cinco anos antes da independência do País.

"A revolução de 1817, além de ter dado a Pernambuco um de seus mártires, Frei Caneca, deu também a sua bandeira, que é a bandeira de 1817, criada no velho Seminário de Olinda. Essa é uma grande data Pernambucana e que nós escolhemos para ser a data de fundação do CIEE-PE e dar continuidade ao MCP", explicou o professor Germano Coelho.

Revolução - A Revolução Pernambucana de 1817 foi liderada por Domingos José Martins, com o apoio de Antônio Carlos de Andrada e Silva e do Frei Caneca do Amor Divino. Os revolucionários conseguiram conquistar Pernambuco e instalaram um governo provisório que tinha como propostas proclamar a República, abolir alguns impostos e elaborar uma Constituição que estabelecesse a liberdade religiosa e de imprensa, bem como a igualdade de todos perante a lei. A Revolução de 1817 conseguiu congregar religiosos, militares, intelectuais e populares em torno do ideal comum da emancipação política e do estabelecimento do governo republicano. A atual bandeira de Pernambuco é a mesma usada em 1817.


Qualificação e integração do jovem ao mercado de trabalho, missão do CIEE-PE, também eram atividades do Movimento de Cultura Popular



Nossas Unidades

Atualmente, está instalado no Recife, Caruaru, Garanhuns, Petrolina, Jaboatão dos Guararapes, Vitória de Santo Antão, Ipojuca, Olinda, Paulista, Limoeiro, Serra Talhada, Salgueiro e Gravatá.

Clique aqui para saber mais informações sobre nossas unidades e horários de atendimento.

Fale com o CIEE-PE

Estudantes: (81) 3131-6100
Unidades concedentes de estágio: (81) 3131-6000
Instituições de ensino: (81) 3131-6000

Clique para enviar sua dúvida, sugestão ou crítica.


             

 

Centro de Integração Empresa-Escola de Pernambuco - Todos os direitos reservados
CNPJ: 10.998.292/0001-57