Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco
 
Clique aqui se você é estudante e deseja estagiar


Clique aqui se você é uma Unidade Concedente de Estágio
Clique aqui se você é uma Instituição de Ensino

 
 
Página Inicial Voltar Mapa de imagens. Clique em cada um dos círculos.
Notícias

Marketing para se inserir no mercado
  15/04/2011



O curso de marketing pessoal oferecido gratuitamente pelo Centro de Desenvolvimen­to de Competências (Cende­com) e que foi tema de entrevista do CIEE na Rede Globo, um dos mais procurados pelos alunos, é quase guia de orientação para jovens estudantes que desejam entrar no mercado de trabalho ou conseguir um estágio.

Ministrado pelo Relações Públicas e professor voluntário do Cendecom, Jamilson Benve­nuto, o curso orienta os alunos sobre as exigências do mercado. “Tudo é muito novo para este jovem que precisa encarar as exigências, em busca do seu espaço profissional. Para se destacar na procura por um emprego, ele precisará reconhecer as regras sobre comportamento, como se vestir adequadamente para uma entrevista de emprego, além de elaborar um currículo eficiente e outros atributos a serem adquiridos. Mas, as virtudes e a singularidade de cada um sempre serão o mais importante, e utilizando-se destas, nosso propósito é despertar o potencial que ultrapassará os limites da autopromoção no indivíduo. Portanto, para destacar-se da concorrência, é preciso agir como um profissional experiente, com discrição e elegância, optar por roupas elegantes, falar e escrever corretamente, com coerência, entusiasmo e originalidade”, explica Benvenu­to.

Além de marketing pessoal, Jamilson também ministra a oficina Relacionamento Interpessoal nas Organizações e as palestras Su­perando o Machismo e o Ra­cis­mo no Ambiente de Tra­balho, Bullying na Escola, Homo­fobia na empresa: como vencer os dois lados do mesmo preconceito e Debatendo grandes virtudes em grandes obras do cinema.

Jamilsson diz que para o adulto é um pouco mais fácil seguir orientações na busca por uma colocação no mercado de trabalho, mas para o jovem é diferente. “A maior resistência podemos observar, na dificuldade em abrir mão de alguns hábitos e roupas da moda. Deixar de lado as calças jeans, camisas apertadas, a sensualidade, blusas coloridas, os decotes, bijuterias, exige um pouco mais de argumentação”, explica.

CIEE no Bom Dia Pernambuco

A importância do marketing pessoal no ingresso do mercado de trabalho foi tema de uma entrevista da Gerente de Treinamento e Acompanhamento do CIEE Pernambuco, Ana Patrícia Gomes no programa Bom Dia Pernambu­co, da Rede Globo Nordeste.

A entrevista foi originada após uma pauta enviada sobre 600 vagas em curso de marketing pessoal, que foi oferecido pelo Centro de ­­Desenvolvimento de Compe­tên­cias (Cendecom), que reuniu estudantes em três turmas diferentes.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Entrevista / Jamilsson Benvenuto

FIQUE POR DENTRO – Dentro dos requisitos exigidos pelo mercado de trabalho está um resumo dos conhecimentos do candidato, o currículo. O que o senhor indicaria, por exemplo, que seja colocado em um currículo para que aumente as chances de se arrumar um emprego ou estágio?
 
Jamilson Benve­nuto - É fundamental para o candidato expressar no texto do objetivo, no início do currículo, o nome da empresa e o setor para o qual está se candidatando. É recomendável também criar um tópico com suas principais competências, três ou quatro, as que considera mais relevantes. As atividades profissionais também devem ser muito bem fracionadas, destacando experiências autônomas e voluntárias. Um ótimo currículo funciona como um espelho, em termos de apresentação das qualidades do candidato e seus conhecimentos adquiridos. Por isso, deve conter cursos indispensáveis como Inglês, Informática e Marketing pessoal, que qualificam em todas as áreas de atuação.
 
FPD – Dentro do curso de Marketing pessoal oferecido pelo CIEE Pernambuco, o que o aluno aprenderá?
 
JB - Além das visões conceituais sobre cada aspecto do marketing apresentado, orientamos sobre a higiene e os cuidados com o corpo, exercícios e hábitos saudáveis, debatemos e aplicamos um brainstorm sobre moda, elegância, estilo e bom senso, identificamos as boas maneiras no cotidiano e na etiqueta profissional, argumentamos sobre ética e caráter, dissertamos sobre a polidez enquanto virtude primária do ser humano e pilar para o marketing pessoal, apresentamos o currículo eficiente como instrumento de eficácia, aplicamos regras sobre como se conduzir à mesa em almoços e jantares. Para estimular a percepção coletiva, fazemos dinâmicas de grupos e, por fim, damos dicas saudáveis sobre como se portar numa entrevista durante processos de seleção de emprego.
 
FPD – O marketing pessoal deve ser considerado um processo contínuo ou atingindo meu objetivo posso “relaxar”?
 
JB - De fato, às vezes temos uma sensação de que tudo já foi dito sobre este assunto, quando atingimos nossos sucessos. Mas trata-se de uma armadilha do conhecimento. Acreditamos que o marketing pessoal tem o peso de uma disciplina acadêmica, com a responsabilidade de orientar e provocar estímulos para o profissional seguir adquirindo mais e melhores discernimentos. Portanto, quando o próprio marketing pessoal olha para si, identifica uma singular constatação: o conhecimento é infinito. Não poderia ser diferente. Se profissionalmente seguimos acumulando informações, e se as diversas sociedades interagem cada vez mais, é sensato constatar que as transformações nos conduzirão a posturas de adequação e coerência, assegurando o respeito mútuo, tão necessário no marketing pessoal.    
 
FPD – Como o marketing pessoal pode ajudar as pessoas que menos favorecidas a se inserirem no mercado de trabalho ou mesmo para atingir objetivos pessoais?
 
JB - O conteúdo educativo do marketing pessoal possibilita maior inserção no mercado de trabalho para os menos favorecidos. O amadurecimento adquirido será apenas o início das novas conquistas, tornando-os profissionais diferenciados e conhecedores das regras universais. Se considerarmos os recentes investimentos na área da educação, o surgimento de novos postos de empregos e os esforços no campo do empreendedorismo, concluímos que as possibilidades são cada vez maiores. Sabemos que o CIEE é uma instituição comprometida com estes jovens menos favorecidos, e no seu ideal educativo, destaca-se no exemplo entre muitas outras.
 
FPD – Como você se vê executando um trabalho voluntário?
 
JB - A oportunidade de tornar-se um professor, na condição exclusiva de zelar pela qualidade da educação, nos dá a sensação de ter feito a melhor escolha profissional. Mas, ser professor voluntário é ainda mais que isso, porque, apesar de não querermos nada em troca, recebemos uma energia de volta que não tem nome, e jamais havia ouvido falar, por ser indescritível. Em parte, isto significa a realização de um profissional, ao mesmo tempo em que não é, porque este movimento de humanidade precisa dar continuidade. Mas nós não fazemos nada sozinhos, e para isto, o CIEE tem permitido esta descoberta na vida de um profissional ávido por colaborar, simples e claramente, na construção de uma sociedade mais justa e respeitosa.



Nossas Unidades

Atualmente, está instalado no Recife, Caruaru, Garanhuns, Petrolina, Jaboatão dos Guararapes, Vitória de Santo Antão, Ipojuca, Olinda, Paulista, Limoeiro, Serra Talhada, Salgueiro e Gravatá.

Clique aqui para saber mais informações sobre nossas unidades e horários de atendimento.

Fale com o CIEE-PE

Estudantes: (81) 3131-6100
Unidades concedentes de estágio: (81) 3131-6000
Instituições de ensino: (81) 3131-6000

Clique para enviar sua dúvida, sugestão ou crítica.


             

 

Centro de Integração Empresa-Escola de Pernambuco - Todos os direitos reservados
CNPJ: 10.998.292/0001-57