Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco
 
Clique aqui se você é estudante e deseja estagiar


Clique aqui se você é uma Unidade Concedente de Estágio
Clique aqui se você é uma Instituição de Ensino

 
 
Página Inicial Voltar Mapa de imagens. Clique em cada um dos círculos.
Notícias

Estudantes se reúnem para discutir sobre direitos da criança e do adolescente
  04/06/2014



Cerca de 300 jovens ligados ao programa Aprendiz Legal, executado pelo Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco (CIEE-PE), em Parceria com a Fundação Roberto Marinho (FRM) participaram nesta quarta-feira (04) do evento Violação de Direitos; vamos virar este jogo.

 
O evento, que contou com palestra da Assistente social do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Maria Luíza Duarte Araújo teve como objetivo alertar aos jovens quanto aos direitos da criança e do adolescente durante os períodos de grandes eventos, como a Copa do Mundo, que acontece nesse mês.
 
A abertura do encontro foi feita pela coordenadora de projetos sociais do CIEE Pernambuco, Telma Muniz, que compôs a mesa com o vice-presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Recife (Comdica), Alexandre Nápoles, e Nivaldo Pereira, vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca-PE).
 
“Buscamos trazer reflexões para os jovens e, principalmente, sobre esta temática do momento em que o país está em exposição mundial e recebe um grande evento, como é a Copa do Mundo”, disse Telma Muniz.
 
Um pouco antes da formação da mesa, a Jovem Aprendiz, Ana Carla Viana da Silva cantou uma música para seus colegas de curso e foi acompanhada pelo teclado do jovem aprendiz, Edvaldo José de Lima Júnior.
 
Maria Luíza abriu sua palestra ouvindo dos próprios estudantes o que eles acham que são ou como estão os direitos de crianças e adolescentes, inclusive repercutindo os recentes eventos evolvendo saques, onde famílias inteiras foram vistas em situação de delito.
 
“A proteção das crianças deve vir da família”, disse a jovem aprendiz Ana Carla. Para Deni, “o dinheiro gasto nos estádios deveria ter sido gasto na saúde e apoio para os jovens”.
 
Com o tema se aquecendo entre os participantes, houve quem levantasse outras situações, como a exploração sexual, questionada pelo jovem Talysson.
 
Também participaram efusivamente do evento aprendizes da turma mista de jovens com deficiência, que, com a ajuda do instrutor e intérprete de Libras, Leonardo Ramos, também contribuíram para o debate.
 
“Este tema (direito das crianças e adolescentes) se encaixa perfeitamente conosco”, afirmou Rafael, que tem deficiência auditiva. “Nós somos adolescentes e queremos um futuro melhor para nossa sociedade”, completou Alice, que também tem deficiência auditiva.
 
Para a Assistente social do MPPE, Maria Luíza está claro que os jovens estão ‘ligados’ no que está acontecendo e se inquietam com o que veem no dia-a-dia deles. “Precisamos ter cuidado com a nossa postura, de como fomos criados desde pequenos, para sermos expectador das coisas”, alertou.
 
O evento foi realizado em parceria com a Fafire, que cedeu o auditório para realização e que mantém salas de aulas como jovens com deficiência, do programa Aprendiz Legal e foi encerrado coma apresentação do jovem rapper aprendiz, Anderson Silva Barbosa.



Nossas Unidades

Atualmente, está instalado no Recife, Caruaru, Garanhuns, Petrolina, Jaboatão dos Guararapes, Vitória de Santo Antão, Ipojuca, Olinda, Paulista, Limoeiro e Serra Talhada.

Clique aqui para saber mais informações sobre nossas unidades e horários de atendimento.

Fale com o CIEE-PE

Estudantes: (81) 3131-6100
Unidades concedentes de estágio: (81) 3131-6000
Instituições de ensino: (81) 3131-6000

Clique para enviar sua dúvida, sugestão ou crítica.


         

 

Centro de Integração Empresa-Escola de Pernambuco - Todos os direitos reservados
CNPJ: 10.998.292/0001-57